“A vida do Direito é o diálogo da história” - Miguel Reale

Controle de Processos

Endereço

Alameda Salvador 1057 Torre América, Sala 1116
Caminho das Arvores
CEP: 41820-790
Salvador / BA
+55 (71) 32437024

Previsão do tempo

Hoje - São Paulo, SP

Máx
31ºC
Min
20ºC
Pancadas de Chuva a

Hoje - Salvador, BA

Máx
31ºC
Min
24ºC
Chuvas Isoladas

Cadastre-se aqui

OAB-BA e UFBA firmam acordo para criação de memorial da advocacia

A OAB-BA realizou na quinta-feira (6) o Colégio de Presidentes que encerrou a gestão 2016-2018. No encontro, foi anunciado um acordo de cooperação entre a Seccional e a Faculdade de Direito da UFBA para a criação de um memorial da advocacia, que funcionará na sede da OAB-BA e reunirá uma parte significativa dos registros históricos do Direito baiano. O Colégio foi presidido pelo presidente seccional, Luiz Viana Queiroz, e contou com as presenças de presidentes das subseções, além da vice-presidente, Ana Patrícia Dantas Leão, do secretário-geral, Carlos Medauar, da tesoureira, Daniela Borges, do conselheiro federal Fabrício Castro e do diretor da Faculdade de Direito da UFBA, Júlio Rocha. Luiz Viana lembrou que o imóvel onde funciona a OAB-BA foi construído para ser a Faculdade de Direito, o que aproxima ainda mais as instituições. "A Faculdade de Direito fez um belíssimo trabalho no seu arquivo e uma das razões da nossa cooperação é que a FDUFBA vai nos ajudar no levantamento e classificação do nosso arquivo, que é a história da advocacia", afirmou. De acordo coim Julio Rocha, é muito importante que essa história seja preservada e esteja ao alcance das novas gerações. Ele relembrou que a Faculdade de Direito da UFBA nasceu em 1891 e é a terceira mais antiga do país. Ele ressaltou ainda o trabalho da arquivista Maria Soledade na organização do acervo e esteve presente no Colégio,.  "Através dessa parceria com a OAB da Bahia, ressaltamos a importância da memória dos advogados e advogadas e isso é fundamental. Temos no nosso acervo, por exemplo, a ficha 001, do Dr. Medeiros Neto, que é o advogado nº 1 da Bahia", destacou o diretor da FDUFBA. Nenhuma comarca a menosO Colégio tratou ainda da possibilidade do Tribunal de Justiça da Bahia desativar comarcas de entrância inicial. O conselheiro federal Fabrício Castro relatou que esteve em contato com integrantes do TJ-BA e que o presidente Luiz Viana já havia solicitado cópia dos relatórios e do processo sobre a desativação. Fabrício Castro destacou a luta da OAB-BA na manutenção das comarcas. "Quando houve o fechamento das 33 comarcas, a OAB entrou com uma ação judicial para anular os fechamentos. A ação tramita na Justiça Federal, já está conclusa para sentença e nós esperamos que a sentença seja favorável. Se, efetivamente, tiver uma posição do Tribunal no sentido de fechar, eu vejo que devemos buscar uma medida cautelar na ação já proposta", anunciou. HomenagemEm reconhecimento aos serviços prestados, a Diretoria Seccional diplomou os presidentes das subseções. O presidente Luiz Viana destacou o empenho das lideranças do interior que representaram suas comarcas e deixou claro que ainda há muito trabalho a ser feito. "Fizemos muitas coisas legais ao longo desses seis anos, mas ainda temos muita coisa para fazer". A tesoureira Daniela Borges registrou que o elo entre todos os presidentes de subseção e a Diretoria Seccional é a certeza de que o trabalho em prol da coletividade preenche a vida de cada um deles de sentido. "Cada um de vocês fez sacrifícios e sabe a luta que vem enfrentando. E nós sabemos que no interior as dificuldades e as cobranças, muitas vezes, são maiores". Legítimo representante da advocacia do interior, Carlos Medauar afirmou o seu compromisso ao longo desses últimos anos com os colegas que advogam distante da capital. "Eu fiz o que foi possível fazer pela advocacia do interior e saio com a consciência tranquila de que fizemos muito pelo sistema OAB e por todos os nossos colegas". Meu EscritórioTambém foi apresentado o programa Meu Escritório, mais uma iniciativa da OAB-BA que vem facilitar o dia a dia dos advogados e advogadas baianos. O programa é um software jurídico gratuito e acessível a todos os advogados e advogadas adimplentes com a Ordem. A apresentação foi mediada pela presidente da Comissão de Informática Jurídica da OAB-BA, Tamíride Monteiro, que explicou que o principal objetivo da ferramenta é auxiliar escritórios de persos portes no controle da administração das suas tarefas. "Hoje, o operador do Direito que deseja comprar um software razoavelmente bom precisa investir, em média, R$ 300, e a OAB-BA está disponibilizando gratuitamente aos seus associados", disse. 
07/12/2018 (00:00)
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  474138
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.