“A vida do Direito é o diálogo da história” - Miguel Reale

Controle de Processos

Endereço

Alameda Salvador 1057 Torre América, Sala 1116
Caminho das Arvores
CEP: 41820-790
Salvador / BA
+55 (71) 32437024

Previsão do tempo

Hoje - São Paulo, SP

Máx
21ºC
Min
17ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Salvador, BA

Máx
31ºC
Min
24ºC
Chuvas Isoladas

Cadastre-se aqui

Renata Gil ganha o Diploma Mulher-Cidadã 2018 da Câmara dos Deputados

A presidente da AMAERJ e vice Institucional da AMB, Renata Gil, receberá o Diploma Mulher-Cidadã Carlota Pereira de Queirós 2018, da Câmara dos Deputados. Ela foi a mais votada pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, nesta quarta-feira (7). A entrega da premiação será em 29 de novembro, às 9h, no Plenário da Câmara. Também ganharão o Diploma a vereadora do Rio Marielle Franco, assassinada em março (in memoriam), Alzira Soriano (ex-prefeita de Lajes, Rio Grande do Norte, in memoriam), Ana Cristina Ferro Blasi (ex-integrante do TRE-SC) e Mônica Spada e Sousa (uma das criadoras do projeto “Donas da Rua”). O prêmio é destinado às mulheres responsáveis por trabalhos ou ações que tenham contribuído para o pleno exercício da cidadania, na defesa dos direitos da mulher e nas questões de gênero no Brasil. Dez mulheres concorriam à premiação. A presidente da AMAERJ foi indicada pela 2ª vice-presidente da Comissão, deputada Laura Carneiro (DEM/RJ). Juíza há 20 anos, Renata Gil é a primeira mulher, já no segundo mandato consecutivo, a presidir a AMAERJ. A entidade é a organizadora do Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos, que chega neste ano à sétima edição. Nas seis edições anteriores, foram premiados projetos e ações vinculados aos direitos da mulher e às questões de gênero. Diploma Mulher-Cidadã Desde a primeira edição do prêmio, em 2004, a Câmara dos Deputados já agraciou 35 mulheres, entre elas Ellen Gracie (primeira mulher a presidir o Supremo Tribunal Federal) e Zilda Arns (fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança). Carlota Pereira de Queirós (1892-1982) foi a primeira mulher brasileira a ser eleita deputada federal pelo Estado de São Paulo, em 1934. Médica, escritora, pedagoga e política, ela participou da Assembleia Nacional Constituinte, entre 1934 e 1935. Também fundou a Academia Brasileira de Mulheres Médicas, em 1950. Fonte: AMAERJ
08/11/2018 (00:00)
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  455500
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.