“A vida do Direito é o diálogo da história” - Miguel Reale

Controle de Processos

Endereço

Alameda Salvador 1057 Torre América, Sala 1116
Caminho das Arvores
CEP: 41820-790
Salvador / BA
+55 (71) 32437024

Previsão do tempo

Hoje - São Paulo, SP

Máx
21ºC
Min
17ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Salvador, BA

Máx
31ºC
Min
24ºC
Chuvas Isoladas

Cadastre-se aqui

Últimas notícias

Magistrados de todo país participam de curso sobre gestão da emoção promovido pela AMB

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) realiza até esta sexta (09/11), em Ribeirão Preto (SP), o primeiro curso de Gestão da Emoção com o escritor e psiquiatra Augusto Cury, autor da Teoria da Inteligência Multifocal e com mais de 50 livros publicados em 70 países. Participam da capacitação, magistrados e servidores de associações filiadas à AMB e tribunais de todo o Brasil. A desembargadora Etelvina Maria Sampaio Felipe, presidente do Comitê Gestor de Atenção Integral à Saúde de Magistrados e Servidores do Poder Judiciário do Tocantins, a juíza Milene de Carvalho Henrique, coordenadora do Comitê Executivo para Monitoramento das Ações de Saúde, e as servidoras Bábara Khristine Álvares Camargo e Tânia Mara Alves Barbosa. “Nossa maior motivação foi a preocupação com a saúde mental dos colegas. Vamos cuidar da nossa saúde para que possamos também cuidar melhor da sociedade e das pessoas que estão por trás dos processos que decidimos”, frisou a juíza Julianne Freire Marques, presidente da Associação de Magistrados do Estado do Tocantins (Asmeto) e vice-presidente de Direitos Humanos da AMB, representando a Associação no encontro. Na palestra de abertura, Augusto Cury abordou como o gerenciamento do pensamento e das emoções, e não o controle deles pode evitar o que chamou de “cárceres mentais” ou “janelas killers”, que prejudicam a saúde mental e podem levar a problemas como ansiedade e depressão. “No cérebro humano, há mais cárceres do que na cidade mais violenta do mundo”, disse. Segundo ele, é possível interromper o curso do carro, mas nunca dos pensamentos. “A tentativa de interrupção já é um pensamento”, afirmou. O escritor alertou para o fato de a humanidade estar adoecendo rápida e coletivamente. “Uma em cada duas pessoas, cedo ou tarde, vai desenvolver problemas psiquiátricos.” E convidou todos os presentes a serem alunos e não espectadores passivos. “Vou provocá-los durante todo o processo. Quem já escreveu a sua biografia? Na verdade, todos vocês já escreveram. Nas páginas dos seus cérebros. O registro na memória é automático e involuntário. Cada pensamento lúcido é registrado. Cada pensamento estúpido, também.” Ele finalizou dizendo que “há centenas de milhões de escravos vivendo em sociedades livres. Elas são democráticas na Constituição, mas não no território da emoção.” Sobre a parceria entre o Instituto Augusto Cury e a AMB, ele disse que a magistratura, bem como o Ministério Público, tem importância vital para a saúde e a estabilidade da sociedade civil. “Sem um Judiciário saudável, a sociedade não pode ser saudável. Mas, infelizmente o nível de estresse dos magistrados é altíssimo. Tanto pela quantidade de processos, no Brasil mais do que a média, quanto pela intensidade dos fenômenos conflitantes que ocorrem no Judiciário”. A imersão de 20 horas habilita os participantes a aplicarem o conteúdo do programa, para que possam capacitar cursistas e conhecerem os bastidores da mente humana, promovendo e desenvolvendo a inteligência emocional.
09/11/2018 (00:00)
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  455486
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.