“A vida do Direito é o diálogo da história” - Miguel Reale

Controle de Processos

Endereço

Alameda Salvador 1057 Torre América, Sala 1116
Caminho das Arvores
CEP: 41820-790
Salvador / BA
+55 (71) 32437024

Previsão do tempo

Hoje - São Paulo, SP

Máx
21ºC
Min
17ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Salvador, BA

Máx
31ºC
Min
24ºC
Chuvas Isoladas

Cadastre-se aqui

Últimas notícias

Regulamentado o programa de incentivo à indústria automobilística

Foi publicado no Diário Oficial da União de hoje, 9-11, o Decreto 9.557/2018 que, entre outras disposições, disciplina a aplicação do Programa Rota 2030 – Mobilidade e Logística, instituído pela Medida Provisória 843/2018, que tem o objetivo de apoiar o desenvolvimento tecnológico, a competitividade, a inovação, a segurança veicular, a proteção ao meio ambiente, a eficiência energética e a qualidade de automóveis, caminhões, ônibus, chassis com motor e autopeças.A pessoa jurídica habilitada no Programa Rota 2030 poderá deduzir do Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) devidos, o valor correspondente à aplicação da alíquota e adicional do IRPJ e da alíquota da CSLL sobre até 30% dos dispêndios realizados no País, no próprio período de apuração, desde que sejam classificáveis como despesas operacionais pela legislação do IRPJ e aplicados nos seguintes segmentos:– pesquisa, abrangidas as atividades de pesquisa básica dirigida, pesquisa aplicada, desenvolvimento experimental e projetos estruturantes; e– desenvolvimento, abrangidas as atividades de desenvolvimento, capacitação de fornecedores, manufatura básica, tecnologia industrial básica e serviços de apoio técnico.O Decreto define as atividades de pesquisa e desenvolvimento beneficiadas com o incentivo fiscal.A dedução deste incentivo não poderá exceder, em cada período de apuração, o valor do IRPJ e da CSLL devidos com base no lucro real e no resultado ajustado trimestral,  no lucro real e no resultado ajustado apurado no ajuste anual ou na base de cálculo estimada, calculada com base na receita bruta e em seus acréscimos ou com base no resultado apurado em balanço ou balancete de redução.Na hipótese de dispêndios com pesquisa e desenvolvimento tecnológico considerados estratégicos, nos termos do Regulamento, sem prejuízo daquela dedução, a empresa poderá se beneficiar de dedução adicional do IRPJ e da CSLL correspondente à aplicação da alíquota do imposto e do seu adicional, bem como da alíquota da contribuição sobre até 15% incidente sobre esses dispêndios, limitados a 45% dos demais dispêndios realizados no Programa 2030.As deduções dos incentivos  somente poderão ser efetuadas a partir de 1-1-2019, para as empresas habilitadas até essa data, e somente poderão ser efetuadas a partir da data de habilitação, para as empresas habilitadas a partir de 1-1-2019.Segundo o Decreto 9.557, a pessoa jurídica habilitada ao Programa 2030 – Mobilidade e Logística, também poderá  fazer jus ao benefício de depreciação integral, no próprio ano da aquisição, de máquinas, equipamentos, aparelhos e instrumentos, novos, destinados à utilização nas atividades de pesquisa tecnológica e desenvolvimento de inovação tecnológica, nos termos do inciso III do artigo 17 da Lei 11.196/2005.
09/11/2018 (00:00)
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  455504
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.